Dicas de linguagem corporal para aumentar a sua persuasão

No mundo do trabalho, o poder de convencimento depende de inúmeros fatores, como o seu nível hierárquico e a qualidade dos seus argumentos. Mas há uma variável de peso que costuma ser esquecida pela maioria das pessoas: a linguagem corporal. Se convicção não lhe falta, vale conhecer alguns códigos não-verbais que ajudam em uma boa comunicação!

Confira aqui, algumas dicas de linguagem corporal para aumentar a sua persuasão:

  1. Cuide da articulação das palavras: Imagine um vendedor de loja que começa a conversar com você lentamente e, de repente, acelera o discurso. Além disso, ele fala baixo demais e não pronuncia todas as palavras com clareza. Você se interessaria pelo produto que ele está mostrando para você? Os especialistas recomendam manter o som estável. Também vale fazer pausas curtas onde entraria a vírgula, e pausas mais longas onde viria o ponto final. Nos intervalos maiores, relaxe e respire antes de retomar a palavra;
  2. Sorria, sem exagerar: Não existe persuasão sem conquista. Por isso, o primeiro passo para convencer qualquer pessoa das suas ideias é se aproximar dela e garantir que você não representa uma ameaça. O sorriso é um instrumento poderoso nesse processo. “Funciona como um recado não-verbal de que você não tem nenhuma intenção agressiva na conversa”, explica os especialistas;
  3. Mostre a palma das mãos e faça o “gesto do abraço”: Um dos truques clássicos de linguagem corporal para aumentar o poder de persuasão;
  4. Elimine pausas com “hum” e “ééé”: pessoas que fazem pausas audíveis, têm menos credibilidade do que aquelas que conseguem falar de forma contínua. Assim, é fundamental eliminar ou reduzir a produção desses sons com a ajuda da linguagem corporal. Tente usar frases mais curtas e preencher os silêncios entre elas com um sorriso ou um gesto.

COMPARTILHAR

Fechar Menu